Vidro de remédios preto com comprimidos saindo da tampa
Quimioterápicos Orais

Quimioterápicos Orais

Nas últimas duas décadas, a oncologia tem passado por profundas mudanças, entre elas, a incorporação de quimioterápicos administrados por via oral. A possibilidade de tratamento com medicamentos de uso oral repercute na melhoria da qualidade de vida dos doentes, já que o tratamento pode ser feito em casa, junto à família, sem a necessidade de o paciente dispender horas, ou até dia, para administração da quimioterapia em regime hospitalar.

Quimioterapia é uma das formas mais utilizadas para tratar pessoas com câncer. O quimioterápico (medicamento) usado na quimioterapia consiste em uma substância química que tem a capacidade de matar as células do câncer.

Os três tipos de tratamentos mais utilizados como forma de combate ao câncer são: cirurgia, radioterapia e quimioterapia. Os tratamentos podem ser utilizados isoladamente ou em conjunto com outras terapias.

A quimioterapia pode ser usada na forma de um medicamento injetável ou na forma de comprimido. Isso é o que os médicos chamam de protocolo de tratamento. O protocolo vai dizer a quantidade de quimioterápico que deve ser usado, como eles devem ser combinados e em que momento devem ser aplicados.

Um bom entendimento com relação ao uso correto do medicamento e seus possíveis efeitos adversos, melhora a adesão e qualidade do tratamento, cabendo ao farmacêutico manter uma educação continuada ao paciente oncológico.

Caso o paciente tenha outros problemas de saúde, deve informar ao médico. Não suspender o uso de medicamentos previamente utilizados sem orientação médica. Ex.: medicamentos para hipertensão e diabetes, a medicação pode ser eliminada do corpo principalmente através da urina, mas também pode ocorrer por meio das fezes, vômito, suor, lágrimas, sêmen e leite materno.

Quimioterápicos orais

Para informações de solicitação e autorizações de medicamentos quimioterápicos orais, entre em contato: