Ansiedade

Ansiedade

Todo mundo já sentiu um frio na barriga, um certo enjoo, uma inquietação em alguns momentos da vida, antes de alguma situação pouco frequente ou desafiadora como uma entrevista de emprego ou uma prova na escola.

Um pouco de ansiedade nos deixa alertas, focados, motivados, então quando isso se torna um problema de saúde?

Se esta ansiedade compromete o desempenho de atividades cotidianas ou causa muito sofrimento isto passa a ser um problema de saúde. Pode ser sintoma de um transtorno de ansiedade ou depressão.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o país com a maior taxa de ansiosos no mundo. As estatísticas mostram que 9% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade.

Em mulheres é duas vezes mais frequente do que em homens, em qualquer idade.

  1. Sintomas:
  2. Físicos:
  3. tremores;
  4. sensação de “bolo” na garganta;
  5. aperto no peito;
  6. respiração curta e rápida;
  7. musculatura contraída e dolorida;
  8. suor frio
  9. insônia.
  10. Emocionais:
  11. inquietação,
  12. irritabilidade,
  13. tensão,
  14. medo que algo ruim está para acontecer,
  15. incapacidade de se concentrar e
  16. sentimento de que a cabeça está vazia.
  • Tratamento:
  • Associa medicamentos e psicoterapia. 

É importante ressaltar que se não tratados, os transtornos de ansiedade se cronificam, tendem a evoluir e se associar a abuso de álcool e outras substâncias tranquilizantes.

Se você tem sintomas de ansiedade:

  • Evite cafeína (café, chá, chocolate, refrigerantes cola, energéticos)
  • Não fume ou use cigarros eletrônicos.
  • Faça exercícios regularmente, mesmo uma caminhada leve ajuda a manter a calma.

Não se automedique, procure um profissional de saúde.