Gif que mostra a ilustração de um copo na praia

Previdência

Uma opção de investimento de médio e longo prazo

Previdência

Uma opção de investimento de médio e longo prazo

Gif que mostra a ilustração de um copo na praia
Previdência

A melhor época para pensar no futuro é hoje


A Seguros UNIMED possui diversas opções de Previdência Privada. Cada uma criada para se adequar as suas necessidades e trazer o retorno de investimento ideal para você. Afinal, investir em previdência complementar é planejar um futuro com qualidade de vida.

Dúvidas Frequentes sobre Previdência :


Como funciona a previdência privada?

Modalidade de investimento com característica de médio a longo prazos, possui um formato bem flexível onde você define quanto, por quanto tempo e como deseja aplicar os seus recursos. Permite que você construa um futuro mais tranquilo e obtenha benefícios fiscais no presente pois, ao investir na modalidade PGBL, você pode reduzir o valor do imposto a pagar ou aumentar a sua restituição no momento da Declaração Anual de IR. É importante salientar que somente com planejamento financeiro você pode conquistar uma velhice mais tranquila. Quanto antes iniciar suas aplicações, melhor.

O que são Planos de Previdência?

A Previdência Complementar é uma modalidade de investimento com características de médio a longo prazos. Sua principal finalidade é ser um complemento de aposentadoria no futuro, frente ao cenário incerto da Previdência Pública. Possui duas modalidades, PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres) e VGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres), que são indicadas de acordo com o tipo de declaração de imposto de Renda do participante. Para quem é contribuinte da Previdência Social e utiliza o formulário completo na declaração do Imposto de Renda PF, o indicado é o PGBL, pois os valores investidos podem ser deduzidos como despesa na declaração de IR, assim como uma despesa médica, até o limite de 12% da renda bruta anual. Já o VGBL, é indicado a quem faz a declaração simplificada de IR, é isento ou já contribuiu no limite de 12% no PGBL e deseja investir mais em Previdência.

Como funcionam os Fundos de Previdência?

Ao investir os seus recursos na Previdência Complementar, você escolhe como deseja distribuir os valores nos diversos Fundos disponíveis, de acordo com o seu perfil de investidor. Os Fundos de Previdência são um conjunto diversificado de investimentos (Ações, Moedas, Títulos Públicos, Títulos Privados, etc) que possuem a finalidade de rentabilizar a sua reserva, de acordo com o prazo e diferentes indexadores de rentabilidade (Selic, CDI, Inflação, etc). Há Fundos mais Conservadores, Moderados e Arrojados, tudo dependerá da composição dos papéis de investimentos atrelados a eles. Quando você define um tipo de Fundo para alocar o seu dinheiro de Previdência, as Seguradoras emitem cotas desse Fundo de Investimento, em seu nome, dentro de seu plano de Previdência, o que concede muita segurança a este modelo de aplicação.

O que são Fundos de Pensão?

São um formato de investimento em Previdência Complementar restrito a um grupo de pessoas específico, ligado a um PJ. Os fundos de pensão são representados por Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC), organizações sem fins lucrativos, que têm como único propósito o pagamento de um benefício previdenciário adicional ao seu beneficiário. As aplicações são alocadas em um dos Fundos disponibilizados pela Entidade e podem ter diferentes perfis: Conservador, Moderado e Arrojado. Os participantes PF podem obter benefícios fiscais no presente, pois os valores investidos podem ser deduzidos como despesa na declaração de IR, assim como uma despesa médica, até o limite de 12% da renda bruta anual, semelhante à modalidade PGBL em Previdência Complementar Aberta.

Quanto tempo tenho que pagar a previdência privada?

Essa é uma decisão individual e deve se levar em consideração tanto o objetivo futuro traçado quanto o tempo que se deseja contribuir, além de é claro, se considerar o valor disponível no momento. Há como ser realizada a análise inversa, a partir do valor disponível no momento, por um período determinado para se obter a projeção de valor de reserva que será acumulada no futuro. Independentemente do formato escolhido, é importante saber que a Previdência Complementar é uma modalidade de investimento muito flexível, onde você define quanto, por quanto tempo e como deseja aplicar os seus recursos, podendo inclusive mudar essas escolhas ao longo do caminho.

Como funciona a previdência privada em caso de morte?

O saldo acumulado no momento do falecimento do participante é indenizado aos beneficiários indicados na proposta, de acordo com a distribuição definida na contratação do plano. Sobre o valor indenizado, há a incidência de Imposto de Renda, conforme tributação escolhida pelo participante: Progressiva Compensável ou Regressiva Definitiva. Há ainda a possibilidade de o participante contratar uma cobertura complementar no momento da adesão ao plano de Previdência, Pecúlio, que visa indenizar o capital contratado aos beneficiários indicados na proposta, também de acordo com a distribuição definida na contratação do plano.