Notícia Home

  • 26.11.2013
  • Basquete em cadeira de rodas: Após vitória sobre o México, Brasil segue preparação para 2016
  • Com um time bem entrosado, Seleção Brasileira de Basquete em Cadeira de Rodas fez 78 a 51 em cima do México
  • A vitória sobre o México no Desafio Internacional de Basquete em Cadeira de Rodas, no último sábado, por 78 a 51(44 a 26 no primeiro tempo), deu à comissão técnica do Brasil a certeza de estar no caminho certo de preparação rumo aos Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Apesar de ter ficado em quinto lugar na Copa América – o Brasil aguarda convite da Federação Internacional para disputar o Mundial da Turquia, em 2014 – a técnica Maria José dos Santos aprovou a atuação da equipe nacional no amistoso contra os mexicanos.

    "Estamos no caminho certo de preparação. Esse jogo contra o México foi uma oportunidade de colocar todos os jogadores em quadra e mostrar uma equipe já mesclada, com atletas experientes e outros mais jovens, iniciando a formação do grupo com vistas aos Jogos de 2016. O adversário sofreu com a nossa defesa, que se mostrou eficiente", comemorou a treinadora.

    A partida de sábado, no ginásio da Universidade Católica de Petrópolis, além de um bom público, contou com a presença de torcedores ilustres. O ex-técnico da seleção brasileira feminina de basquete Miguel Ângelo da Luz, campeão mundial (Austrália/94) e vice olímpico (Atlanta/96), acompanhou o jogo e elogiou a qualidade técnica da seleção paraolímpica.

    "Sou apaixonado por esportes paraolímpicos e não hesitei em aceitar o convite para assistir à partida. Deu para ver que o grupo do Brasil tem muita qualidade técnica e tática. Precisamos apenas melhorar a qualidade de nossos equipamentos", disse Miguel Ângelo. Também assistiram ao jogo os atletas paraolímpicos Lucas Prado e Jonathan Santos, do atletismo, e Caio Amorim, da natação.

    O experiente ala Glebe Cândido, que marcou 12 pontos na vitória do Brasil, concorda que o resultado favorável sobre os mexicanos, obtido dentro de casa, aumenta a confiança para pensar nas Paraolimpíadas de 2016.

    "Ficou claro que o Brasil está no caminho certo. Os mexicanos sempre dão trabalho e mostramos que, dentro de casa, somos ainda melhores. Dá mais confiança para focarmos em 2016. A torcida faz toda a diferença. Quando ouvimos os gritos de ‘Brasil, Brasil', sentimos muito orgulho, força e energia positiva", disse o ala do Magic Hands, de São Paulo, cujo próximo desafio será o Campeonato Brasileiro.

    O Desafio Internacional de Basquete em Cadeira de Rodas, com patrocínio da Seguros Unimed e Unimed do Brasil, integrou o projeto Atitude no Esporte, cujo objetivo é dar visibilidade a esportes olímpicos e paraolímpicos. O próximo evento do projeto é o Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade, de 12 a 15 de dezembro, na capital paulista. A temporada será encerrada com o Prêmio Atitude no Esporte, dia 16 de dezembro, no Rio de Janeiro.


    Sobre a Seguros Unimed
    A Seguros Unimed iniciou suas operações em 1989, com o objetivo de atender as demandas do Sistema Unimed, formado por 370 cooperativas, 112 mil médicos cooperados e 18 milhões de clientes em todo o Brasil. Com matriz em São Paulo e 25 escritórios regionais estrategicamente distribuídos pelo país, a empresa visa a expandir os seus negócios e atender as necessidades do mercado em geral por meio da melhoria contínua de seus processos, da valorização de seus colaboradores e do compromisso com os clientes. Com 6 milhões de clientes e produtos nos segmentos de Vida, Previdência, Saúde e Odonto, a seguradora está entre as maiores do setor, sendo a 4ª em Saúde, a 10ª em Vida, a 13ª em Previdência Privada e a 16ª em Odonto.


    Sobre a Unimed Brasil
    Fundada em 1975, a Confederação Nacional das Cooperativas Médicas do Brasil – Unimed do Brasil é a maior cooperativa médica do mundo. Por meio de uma política comum, a Unimed do Brasil integra 360 cooperativas espalhadas em todo o país. Os princípios cooperativistas na valorização do trabalho médico fazem da Unimed a maior rede de assistência médica do país, com mais de 110 mil médicos cooperados ativos, que atendem mais de 19 milhões de clientes em 83% do território nacional.